Conexão Diamantina

Categorias:Brasil
Tags:, ,
Expedição Na Estrada

Viajar é sempre muito bom, ainda mais quando estamos ao lado de um grande amigo. E esta viagem para Brasília não foi diferente.

Atualmente estou morando na Capital Federal e devido a saudade que apertava, ficando longe da Mary Jane, resolvi ir até Belo Horizonte-MG para buscar a minha menina dos olhos azuis. Mas para não fazer a viagem sozinho, resolvi convidar o meu amigo João Felipe (Gurizinho dos Pampas), para participar desta aventura.

Como estávamos com tempo e o trecho entre Nova Lima e Brasília seria apenas de 750km, mas resolvemos dar uma “inovada” e modificar o trajeto incluindo a cidade de Diamantina-MG no roteiro.

Na sexta-feira, 15 de novembro, saímos de Belo Horizonte rumo a Diamantina e chegando próxima a cidade de Curvelo, Mary Jane apresentou uma pane mecânica nos forçando a parar no acostamento. A pane ocorreu devido ao rompimento da mangueira de combustível que saía do tanque e seguia para a bomba de gasolina. E devido a uma entrada de ar, na mangueira, o carro apresentou falhas na aceleração, mas nos permitiu chegar a Diamantina com segurança.

Sábado, já em Diamantina, enquanto o João passeava pela cidade, fui correr atrás de um mecânico que pudesse nos ajudar, pois não poderia dirigir até Brasília nesta situação. Depois de percorrer a cidade inteira, me indicaram um mecânico que seria o único na cidade que poderia resolver o meu problema, pois ele era o único que tinha experiência com este tipo de carro.

Ao me indicarem o Sr. Luiz, logo pensei: “Hoje é feriado, e se este senhor resolver em não me ajudar? Estarei ferrado!” Mas a sorte estava ao meu lado e para meu espanto, o Sr. Luiz me recebeu muito bem e abriu as portas da sua casa (onde era a oficina) para me receber e me ajudar a resolver o problema. Uma pena que me esqueci de tirar uma foto com o Sr. Luiz, mas prometo que na minha próxima visita a Diamantina, faço questão de passar na oficina do Sr. Luiz e tirar uma foto com ele para postar aqui no site. Ele merece esta homenagem!!

Com o problema resolvido fui me encontrar com o João, no centro da cidade. João precisava estar em Brasília no Domingo, pois ele ainda tinha que viajar para Crixás. E como o tempo estava contra nós, aproveitamos o período da tarde de sábado para tirar umas fotos, visitar um museu e registrar a nossa passagem por Diamantina.

Saímos de Diamantina pontualmente às 16 horas e como ainda tínhamos mais 700km para percorrer até Brasília, sugeri ao João para pernoitarmos em Paracatu-MG e seguir cedo para Brasília no domingo. Ele topou e seguimos direto para Paracatu.

Chegamos a Paracatu às 23hs de sábado e ainda tivemos ânimo para tomar umas cervejas antes de dormir. No Domingo, acordamos bem cedo, tomamos um café e partimos para Brasília.

Apesar da correria devido a pane que tivemos na estrada, a viagem foi muito tranquila e aproveitamos bastante. Um dia voltaremos a Diamantina com mais calma para aproveitar os ares da Serra do Espinhaço.

Deixe uma resposta

Nome*
Email*
Url
Sua mensagem*