Quem não tem cão, caça com gato!

Expedição Na Estrada

Vocês viram que nos posts anteriores como foi a nossa passagem pelas Termas de Guaviyú. Chuva, frio, piscina quente, churrasco, jantar a luz de “churrasqueira”, foi ótimo e é claro não poderia terminar melhor.

Como tínhamos lavado algumas roupas, pois a situação já estava ficando crítica, resolvemos deixar as roupas secando durante a noite. Mas por causa do frio intenso, as roupas amanheceram mais molhadas do que quando colocamos para secar. E agora, quem poderá nos defender?

Precisávamos sair do camping antes das 10h para não ter que pagar mais uma estadia, portanto, pensando rapidamente, pequei uma corda extra que tinha no bagageiro e comecei a passar entre as portas traseiras formando assim um varal dentro do carro.

Ficaram feio e nada muito agradável se viajar com meias, cuecas, sunga e biquíni pendurados dentro do carro. Mas nada como algumas horas de janela aberta, vento entrando e roupas secando (risos). Antes de chegar a Tacurembó, nossa primeira e última parada antes de Melo, as roupas já estavam sequinhas e prontas para serem usadas novamente!

Deixe uma resposta

Nome*
Email*
Url
Sua mensagem*